30.7 C
Mato Grosso
quinta-feira, maio 30, 2024
spot_img
HomePolíciaMais dois bandidos que torturaram e arrancaram coração de sargento morrem em...

Mais dois bandidos que torturaram e arrancaram coração de sargento morrem em confronto com a PM

Mais dois bandidos que participaram no sequestro e execução do sargento da reserva da Polícia Militar, Pedro Ramalho Lacerda, foram mortos em confronto com a Polícia Militar de Alta Floresta (803 km de Cuiabá). São eles: Uelton das Neves, 30 anos e Walaci Alves, 37 anos. Eles têm vasto histórico criminal.

Uelton e Walaci se juntam a Maurício Rosa da Silva, 33 anos, Paulo Ricardo Goncalves de Souza, 23 anos e Ueslei da Silva, 25 anos. Os cinco criminosos têm participação no crime bárbaro contra o sargento e morreram em confrontos com a PM.

Todos eles têm passagens pela polícia. Maurício tem registros por tráfico de drogas, uso de drogas e lesão corporal. Já Paulo já foi autuado por tráfico, uso de drogas e furto. Por fim, Ueslei tem passagens por associação criminosa, tráfico e uso de drogas, corrupção de menores e lesão corporal.

A reportagem apurou que o sargento Pedro Ramalho Lacerda teria sido rendido por cinco criminosos em um estabelecimento comercial do qual era dono na quarta-feira (21). Ele foi colocado dentro de sua caminhonete Hilux e levado até uma área de mata.

Lá, foi torturado por horas pelos criminosos. Em seguida, foi morto com um tiro na cabeça e teve o coração arrancado. O corpo do sargento foi localizado no início da tarde dessa quinta-feira (22), em uma área de mata.

Maurício, Paulo e Ueslei morreram ainda na tarde dessa quinta durante confrontos. Um dos bandidos foi morto em um milharal, quando apontou um rifle para os agentes de segurança.

Outro chegou a fazer uma família refém, após ser denunciado por populares, foi morto em confronto. Um terceiro bandido foi localizado durante as buscas pelo corpo do sargento e morto.

Duas armas de fogo foram apreendidas com os dois primeiros bandidos localizados, sendo uma pistola Taurus 9mm e uma carabina Urko ponto 22 com luneta acoplada.

Por JOÃO AGUIAR

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas