21.8 C
Mato Grosso
sábado, abril 13, 2024
spot_img
HomePolíciaCinco suspeitos de torturar e arrancar coração de sargento morrem em confronto...

Cinco suspeitos de torturar e arrancar coração de sargento morrem em confronto com a polícia

Cinco suspeitos de envolvimento com o assassinato do sargento da reserva da Polícia Militar, Pedro Ramalho Lacerda, 62 anos, morreram em confronto com policiais. O militar foi vítima de um roubo seguido de sequestro e morto na terça-feira (22.6), na zona rural de Alta Floresta (803 km de Cuiabá), após ser torturado e ter seu coração arrancado. (veja vídeo no final da matéria)

Após serem informados do sequestro do sargento, os policiais militares do 9º Comando Regional iniciaram diligências. Os três primeiros suspeitos foram encontrados em uma região de mata, entraram em confronto com a PM e morreram na ação. Em seguida, o corpo do militar foi localizado sem vida, com sinais de tortura.

Segundo o comandante do 9º Comando Regional de Alta Floresta, tenente coronel Benedito Sergio Pinheiro Ferreira, o corpo do sargento apresentava marcas de tiros na cabeça e estava sem o coração. “Eles o torturaram bastante, foi bem macabro”.

Entre esta quinta (22) e sexta-feira (23.06) outros dois suspeitos de envolvimento com o crime foram localizados e subiu para cinco o número de mortos em confronto com a PM por participação no assassinato do sargento. 

Os suspeitos foram identificados como: Ueslei da Silva, 25 anos, Mauricio Rosa da Silva, de 33, Paulo Ricardo Gonçalves de Souza, 23, Uelton das Neves,30, e Walaci Alves, de 37. A polícia acredita que eles seriam membros de uma facção criminosa. 

Segundo a PM, todos eles possuíam passagens criminais por tráfico de drogas, corrupção de menores, uso ilícito de drogas e lesão corporal. Foram encontrados uma pistola e uma espingarda calibre 22. 

Do PNB On line

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas