26.2 C
Mato Grosso
terça-feira, maio 28, 2024
spot_img
HomeAgronegócioBanco e empresa do agro lideram lista de credores de grupo com...

Banco e empresa do agro lideram lista de credores de grupo com dívida de R$ 31,7 milhões

O Grupo Mello, cuja recuperação judicial foi autorizada em 2023, publicou lista de credores na semana passada. Relação inclui débitos trabalhistas, dívidas com instituições bancárias e com empresas de diversos segmentos, em especial de insumos agropecuários. Passivo soma R$ 31,7 milhões.

Formado por seis produtores da mesma família, o Grupo Mello recorreu à Justiça depois de enfrentar crise financeir atribuída, sobretudo, a subsequentes arrestos das safras do conglomerado e ao clima. Recuperação judicial foi autorizada em setembro do ano passado pelo juiz Renan Carlos Leão Pereira do Nascimento, da 4ª Vara Cível de Rondonópolis.

No topo da lista de credores, encontra-se o Banco do Brasil, cujo débito do grupo ultrapassa R$ 12 milhões. Na sequência, a Rural Brasil Ltda aparece com R$ 7,5 milhões para receber do conglomerado. A lista dos cinco maiores credores ainda inclui a Caixa Econômica Federal (R$ 4,2 milhões); Agroamazônia (R$ 2,2 milhões) e uma cooperativa de crédito de São Paulo (R$ 1,8 milhão).

https://b0b54d7f318191e94f66b17b077a8d05.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-40/html/container.html

Os representantes do Grupo Mello, com sede em Campinápolis (544 km de Cuiabá), narraram na ação que iniciaram as atividades em Mato Grosso no ano de 2014. Nos primeiros dois anos tiveram sucesso no plantio de 1,6 mil hectares, mas já em 2015 viram os lucros caírem em decorrência da seca.

Em 2017 e 2020 – ano que passaram a investir numa área em Santa Cruz do Xingu – sofreram arrestos de sacas de soja, o que aprofundou a crise econômica. Na sequência, a proliferação da mosca branca na produção do Grupo Mello impactaram, novamente, a rentabilidade dos produtores. Em 2022, com excesso de chuvas, não viram outra alternativa se não acionar a Justiça para renegociar as dívidas.

Veja a lista de credores:

CLASSE I (TRABALHISTA) – 12 (DOZE) CREDORES – TOTAL: R$ 75.473,00:

ALVES DE ALMEIDA – R$ 8.306,00;

ANA ALICE GOMES DA SILVA – R$ 4.055,00;

CARLOS HENRIQUE CARVALHO LIMA – R$ 6.920,00;

CARLOS ROBERTO DE ALMEIDA ALVES – R$ 6.720,00;

DAVI PRUDENTE MOREIRA – R$ 7.613,00;

DIOGO MOREIRA SOUZA – R$ 8.311,00;

GLENIO JUNIOR VIEIRA MARQUES – R$ 8.836,00;

JULIA BARROS CASTRO – R$ 5.302,00;

MERECIANO & USSO ADVOGADOS ASSOCIADOS – R$ 24.001,65;

RONALDO DA SILVA ALMEIDA – R$ 7.387,00;

SAMUEL CAETANO ROSA DE OLIVERA – R$ 7.587,00

SAMYLLA MARTINS DEMELLAS – R$ 4.436,00.

CLASSE II (GARANTIA REAL) – 03 (TRÊS) CREDORES – TOTAL: R$ 14.254.460,21:

BANCO DO BRASIL S.A. – R$ 12.382.288,21;

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL – R$ 4.227.662,50

COOPERATIVA DE CRÉDITO E INVESTIMENTO DE LIVRE ADMISSÃO UNIÃO PARANÁ/SÃO PAULO – R$ 1.869.172,00.

CLASSE III (QUIROGRAFÁRIO) – 10 (DEZ) CREDORES – TOTAL: R$ 17.397.731,80:

AGROAMAZÔNIA PRODUTOS AGROPECUÁRIOS S.A. – R$ 2.210.667,00;

AGROVENCI – COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO, EXPORTAÇÃO E AGROPECUÁRIA LTDA. – R$ 1.027.783,71;

CAMAGRIL LTDA. – R$ 893.225,39;

CAMARGIL II – R$ 33.757,27;

CB AGRÍCOLA – CONFRESA – CADORE BIDOIA & CIA LTDA. – R$ 7.000,00;

COOCAMAR – COOPERATIVA DE CAFEICULTORES E AGROPECUARISTAS DE MARINGA – LTDA. – R$ 466.203,67:

INDÚSTRIA DE ADITIVOS E FERTILIZANTES LTDA. – R$ 256.748,60;

SAMUEL CAETANO ROSA DE OLIVERA – R$ 7.587,00

SAMYLLA MARTINS DEMELLAS – R$ 4.436,00.

CLASSE II (GARANTIA REAL) – 03 (TRÊS) CREDORES – TOTAL: R$ 14.254.460,21:

BANCO DO BRASIL S.A. – R$ 12.382.288,21;

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL – R$ 4.227.662,50

COOPERATIVA DE CRÉDITO E INVESTIMENTO DE LIVRE ADMISSÃO UNIÃO PARANÁ/SÃO PAULO – R$ 1.869.172,00.

CLASSE III (QUIROGRAFÁRIO) – 10 (DEZ) CREDORES – TOTAL: R$ 17.397.731,80:

AGROAMAZÔNIA PRODUTOS AGROPECUÁRIOS S.A. – R$ 2.210.667,00;

AGROVENCI – COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO, EXPORTAÇÃO E AGROPECUÁRIA LTDA. – R$ 1.027.783,71;

CAMAGRIL LTDA. – R$ 893.225,39;

CAMARGIL II – R$ 33.757,27;

CB AGRÍCOLA – CONFRESA – CADORE BIDOIA & CIA LTDA. – R$ 7.000,00;

COOCAMAR – COOPERATIVA DE CAFEICULTORES E AGROPECUARISTAS DE MARINGA – LTDA. – R$ 466.203,67:

INDÚSTRIA DE ADITIVOS E FERTILIZANTES LTDA. – R$ 256.748,60;

INDÚSTRIA DE PLÁSTICOS VALENÇA LTDA. – R$ 60.000,00;

INDÚSTRIA QUÍMICA KIMBERLIT LTDA. – R$
429.854,34;

LOYDER INDUSTRIA DE ADITIVOS E FERTILIZANTES LTDA. – R$ 256.748,60;

RURAL BRASIL LTDA. – R$ 7.500.000,00

XINGU MÁQUINAS AGRÍCOLAS LTDA. – R$ 124.067,12.

CLASSE IV (ME E EPP) – 3 (TRÊS) CREDORES – TOTAL: R$ 4.600,00:

AUTO CENTER SILVA LTDA. – ME. – R$ 1.200,00;

AUTO ELÉTRICA SOUZA ME. – R$ 1.400,00;

GRAVENE E PEREIRA LTDA. – ME. – R$ 2.000,00.

Port RAYNNA NICOLAS

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas