29.7 C
Mato Grosso
sexta-feira, abril 19, 2024
spot_img
HomeMato GrossoVárzea Grande registra maior densidade demográfica de MT e está entre as...

Várzea Grande registra maior densidade demográfica de MT e está entre as que mais cresceram em 12 anos

Tânia Rêgo/Agência Brasil

Expansão populacional do Município está estritamente ligada ao resgate da autoestima dos várzea-grandenses, à consolidação das políticas públicas dos últimos anos que trouxeram investimentos, infraestrutura e maior oferta de empregos formais

Várzea Grande é a cidade que mais atraiu pessoas ao longo dos últimos 12 anos, considerando os 141 municípios de Mato Grosso. Conforme dados dos primeiros resultados do Censo Demográfico 2022, divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Município detém a maior densidade demográfica do Estado, registrando 413,48 pessoas por quilômetro quadrado (km²) e soma 299,47 mil habitantes, número 18,67% maior ante ao último Censo, o de 2010, quando eram 252,59 mil, mantendo posição cativa de ser a segunda maior cidade mato-grossense.

Entre os dados divulgados, chama à atenção o poder de atração de Várzea Grande em relação à densidade demográfica, ou seja, maior concentração de pessoas por km². Os dados populacionais atualizados pelo novo Censo colocam por terra afirmações de que Várzea Grande não passa de uma cidade dormitório. Pelo contrário, enquanto o Município detém uma densidade de 413,48 pessoas por quilômetro quadrado, Mato Grosso – com a terceira maior extensão territorial do País: de 903.208 km² – registrou densidade demográfica de 4,05 habitantes por km², a brasileira ficou em 423,86 habitantes por km² e Cuiabá, para efeitos comparativos, ficou em segundo com 150,41 habitantes por km². Mato Grosso atingiu 3.658.813 pessoas, conforme o Censo 2022.

Como pontua o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, alguns dados surpreenderam, mas na maioria deles, apenas ratificou-se as impressões de quem vive na cidade. “Ter a maior densidade demográfica do Estado realmente foi uma surpresa, mas quem vive na cidade sabe que a pecha de cidade dormitório nunca nos coube e mais que isso, é uma ofensa a uma cidade {e sua gente} que há pouco tempo tinha o título de Cidade Industrial e que sempre teve a segunda maior população de Mato Grosso”, confidenciou. Ainda conforme Kalil, mais que Cidade Industrial, Várzea Grande é uma cidade com fila de investimentos em todas as áreas e está prestes a se tornar um pólo tecnológico, com a implantação do primeiro e único Parque Tecnológico de Mato Grosso, cuja previsão é ser entregue até o final do ano, pelo governo estadual.

O Censo 2022 mostra ainda que Várzea Grande está entre as cidades que mais aumentaram o contingente populacional, em números absolutos, a cidade recebeu entre 2010 a 2022, 47.111 pessoas.

Segundo a pesquisa, Cuiabá (650.912), Várzea Grande (299.472), Rondonópolis (244.897), Sinop (196.067) e Sorriso (110.635) são os cinco maiores municípios mato-grossenses em população. Tangará da Serra (106.434), Cáceres (89.478), Primavera do Leste (85.146), Lucas do Rio Verde (83.798) e Barra do Garças (69.210) completam o ‘top 10’.

Kalil faz questão de pontuar que a maior densidade demográfica do Estado é um indicador do quanto Várzea Grande se desenvolveu na última década. “Desde a gestão da prefeita Lucimar Sacre de Campos, iniciada em maio de 2015, até hoje, a cidade passou por transformações estruturais, recebeu investimentos vultuosos, realidade que foi sendo vista, mensurada e que levou ao resgate político, econômico e administrativo da gestão municipal e o maior ganho de todos: recuperou a autoestima da nossa gente. A partir dessas mudanças, Várzea Grande passou a ser vista como uma cidade em constante mudança, com ações eficazes e planejadas nas áreas de saúde, educação e infraestrutura. Somos referências nessas áreas e uma gestão consolidada, conhecida pelo zelo com os recursos públicas se torna um ambiente seguro e atrai investimentos. Temos fila de investimentos privados e públicos em nossa cidade. Cada projeto amplia a oferta de empregos formal, traz renda à população e melhora não apenas a nossa arrecadação como também o poder de compra das famílias”. 

Ainda avaliando os dados do Censo 2022, o prefeito ratificou seu compromisso de campanha, “Aliás, o maior deles, que é trazer a solução para o abastecimento de água em Várzea Grande. Esse é um gargalo de décadas, a cidade foi crescendo, em boa parte de forma desordenada, e os investimentos nessa área não acompanharam e tão pouco projetaram demandas ao longo prazo. Temos investimentos em recursos próprios, vindos do governo estadual e de emendas parlamentares para fazer a água chegar nas casas. Até o final da minha gestão, em 2024, teremos aplicado R$ 400 milhões somente em distribuição de água. Distribuir água não envolve apenas a construção de novas estações, mas também, de modernizar o sistema de distribuição, renovar e ampliar ramais, e todo esse processo está em plena execução. Temos várias frentes de trabalho nesse setor. Várzea Grande é um canteiro de obras e uma cidade de oportunidades para todos”, completou.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Turismo de Várzea Grande, Charles Caetano Rosa, lembrou que em outra frente de investimentos estão as obras de ampliação e modernização do aeroporto Marechal Rondon. “Não tenho dúvidas que esse é um grande investimento, investimento esse que atende nosso pleito para as ações que estão sendo desenvolvidas em prol do fomento do nosso turismo. Temos hotel de alto nível, temos história, tradição e gastronomia secular e faltava um aeroporto que pudesse recepcionar esse turista, venha ele a trabalho ou a passeio. O que estamos criando são estratégias para reter esse turista em nossa cidade,bem recebê-lo e acomodá-lo. Todos os investimentos realizados pelo Município ou pela iniciativa privada estão em consonância, um vai consolidando o outro e quem ganha é a economia da nossa cidade, o que representa mais emprego e mais renda”.

A partir dessas obras do aeroporto, reforça Kalil, que a implantação de um Porto Seco na cidade, dentro do Aeroporto Marechal Rondon, ganha mais força. Também conhecida como Estação Aduaneira do Interior (EADI), o espaço nada mais é do que uma área alfandegada que permite o desembaraço de mercadorias sejam elas importadas ou exportadas. Com o Porto Seco, Várzea Grande passa a chancelar os produtos e entra no rol dos maiores exportadores/importadores de Mato Grosso.

“Mais do que ampliar a base de arrecadação do Município e gerar novas frentes de empregos, a base alfandegada potencializa a meta da atual gestão que é a de diversificar economia local, fazendo de Várzea Grande uma grande prestadora de serviços, mas de serviços mais complexos, especializados, como a logística”, comemorou o prefeito.

A etapa de coleta e apuração do Censo Demográfico 2022 foi realizada no período de 1º de agosto de 2022 a 28 de maio de 2023, tendo como data de referência a meia-noite do dia 31 de julho para 1º de agosto de 2022.

Fonte: Secom/VG

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas