Home Opinião Se tropeçar

Se tropeçar

0
2171

No Mundial de Atletismo de 2019, em Doha, no Catar, uma das cenas mais emocionantes não foi a da conquista por uma medalha de ouro, mas sim a chegada de dois atletas na prova masculina de 5 km.

O atleta Jonathan Busby, de Aruba, se lesionou na última volta da prova e estava cambaleando. O competidor rival Braima Suncar Dabó, de Guiné Bissau, viu aquela cena e abdicou da prova para ajudá-lo.

Nos últimos 100 metros da prova, Braima escorou no seu concorrente Jonathan, para chegarem juntos na linha final da corrida. Os torcedores do estádio Khalifa aplaudiram de pé aquela cena maravilhosa.

Que história linda! A promessa de Salmos 37 não é diferente para cada um de nós. Deus está dizendo que, se porventura você cambalear, se você ficar tonto, se você estiver fraco, se você for cair, se você tropeçar, se você quiser desistir, se você quiser abandonar, se você não tem mais alegria de viver, se você perdeu a esperança, tenha calma, pois Deus estará conosco.

Deus jamais permitirá que os Seus filhos se percam, que os Seus filhos desanimem, que os Seus filhos caiam. Não tem como não dizer que estamos diante de um Deus amoroso, pessoal, que nos trata de maneira única, ímpar, singular e especial.

Na nossa corrida desta vida, estaremos sujeitos a todos os tipos de problemas, preocupações, desafios, decepções, críticas, e, quem sabe, pensemos em desistir de tudo, mas a promessa é clara ao dizer que nós não cairemos. Deus estará disposto a nos segurar em Seus braços de amor.

Não podemos perder a esperança, pois temos um Deus tão pessoal que está a nossa disposição. Devemos conhecê-lo e aceitá-lo. Ele deseja nos segurar pela mão.

Mas se porventura as circunstâncias da vida o levarem “lona abaixo”, ainda assim, a Sua mão resgatadora estará a nosso serviço para nos levantar e nos ajudar a conquistar um futuro vitorioso.

Se estivermos em situação similar à do atleta Jonathan Busby cambaleando, quase caindo, Deus colocará os seus ombros para nos ajudar, como um pai de amor, com intuito de nos apoiar, assim como fez Braima Suncar Dabó.

Enfim, a promessa é válida para os nossos dias; ainda que você tropece, não cairá, pois o Senhor o toma pela mão. O mais importante de tudo isso é ultrapassarmos a linha da vitória e recebermos a medalha de ouro; em outras palavras, é receber a coroa da vida eterna.

O universo aplaudirá de pé e com muitos cânticos a nossa vitória eterna!

Francisney Liberato é Auditor do Tribunal de Contas. Escritor, Palestrante, Professor, Coach e Mentor. Mestre em Educação pela University of Florida. Doutor em Filosofia Universal Ph.I. Honoris Causa. Bacharel em Administração, Bacharel em Ciências Contábeis (CRC-MT) e Bacharel em Direito (OAB-MT). Vice-presidente da Associação Brasileira dos Profissionais da Contabilidade – ABRAPCON. Membro da Academia Mundial de Letras.