25.6 C
Mato Grosso
quarta-feira, julho 24, 2024
spot_img
HomePolíciaPolícia Civil prende três golpistas que tentavam abrir contas em bancos com...

Polícia Civil prende três golpistas que tentavam abrir contas em bancos com documentos falsos

Com os suspeitos, foram apreendidos cartões de banco e diversos documentos em nome de terceiros

Policiais civis da Delegacia de Nobres (146 km a médio-norte de Cuiabá) prenderam em flagrante, na tarde de quinta-feira (04.04), três estelionatários que estavam na cidade e tentavam abrir contas em agências bancárias utilizando documentos falsos. Entre os presos estão, duas mulheres de 45 e 27 anos e um homem de 23 anos, todos autuados em flagrante por crime de estelionato, uso de documento falso e associação criminosa.

Assim que foi acionada dos fatos, a equipe de investigadores da Delegacia de Nobres iniciou as diligências para apurar a ação do grupo criminoso.

Durante as investigações preliminares, uma das mulheres se identificou com um nome falso, porém, durante as análises foi descoberto o verdadeiro nome da suspeita, sendo verificado também existir um mandado de prisão em aberto em seu desfavor.

Em poder dos investigados foram apreendidos diversos cartões magnéticos, certidões de nascimento, cheques e documentos de identificação em nome de terceiros.

Os suspeitos foram conduzidos à delegacia, onde após serem interrogados foram autuados pelos crimes de estelionato, associação criminosa, uso de documento falso e falsa identidade, sendo posteriormente colocados à disposição da Justiça.

De acordo com o delegado de Nobres, Rogério Gomes, as investigações realizadas até o momento, apontaram que os criminosos pretendiam abrir contas para serem usadas na contratação de empréstimos fraudulentos e golpes diversos. “Nenhum dos presos reside no município de Nobres e todos já possuem antecedentes criminais anteriores por diversos crimes, em sua maioria patrimoniais”, disse o delegado.

As investigações seguem em andamento para identificar outras pessoas envolvidas e também eventuais vítimas dos criminosos.

Fonte: Polícia Civil-MT

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas