31.9 C
Mato Grosso
quarta-feira, junho 12, 2024
spot_img
HomePolíciaPolícia Civil prende três envolvidos na morte brutal de paraense que estava...

Polícia Civil prende três envolvidos na morte brutal de paraense que estava recentemente em MT

Crime foi ordenado de dentro de uma unidade prisional do estado

Investigações da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Sinop levaram à prisão de três envolvidos na execução brutal do jovem Daniel Azevedo de Abreu, de 22 anos, ocorrida em setembro deste ano, em uma propriedade rural do município.

A equipe da Polícia Civil chegou à identificação comprovada dos três presos nesta semana após a condução de um dos envolvidos no crime, no início de setembro, que deu detalhes da ação criminosa. 

Uma das prisões ocorreu na manhã desta quinta-feira (23.11) quando equipes da DHPP e da Derf cumpriram o mandado de prisão contra um homem de 32 anos, conhecido como ‘Nike’, no Jardim Vindilina. As investigações apontaram que ele liderou o sequestro e execução da vítima.

Outro autor, um homem de 23 anos, conhecido como Polaquinho, foi preso na tarde desta quarta-feira (22), no Jardim Primavera.

Já o outro mandado de prisão, contra o mandante do homicídio, foi cumprido na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá. A equipe da DHPP confirmou que a ordem de assassinato partiu de dentro da penitenciaria após suspeitas de que Daniel seria supostamente membro de uma facção rival.

A vítima era do Pará e estava morando em Sinop recentemente.

O crime

Daniel Azevedo desapareceu no dia 1º de setembro em Sinop e as investigações apuraram que ele tinha sido brutalmente assassinado e teve seu corpo enterrado. Três suspeitos sequestraram a vítima, que foi torturada até a morte. Imagens obtidas na investigação mostram que os criminosos atiraram contra Daniel e depois arrancaram seu coração, gravando o momento em celular.

As investigações chegaram aos demais envolvidos no brutal crime após a prisão de um suspeito, no dia 06 de setembro, pela Polícia Militar. Na ocasião, um criminoso detido mostrou onde haviam enterrado o corpo da vítima e deu detalhes da ação, motivação e participação dos outros envolvidos. O corpo de Daniel foi desovado uma área rural próximo à Estrada Brígida.

O suspeito detido na ocasião estava com uma arma supostamente usada no crime. Ele foi encaminhado à audiência de custódia da Justiça e liberado mediante uso de tornozeleira eletrônica. Posteriormente, foi preso por roubo.

Fonte: Polícia Civil-MT

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas