21.8 C
Mato Grosso
sábado, abril 13, 2024
spot_img
HomeGeralPolícia Civil prende primeiro suspeito de matar e enterrar o ator Jeff...

Polícia Civil prende primeiro suspeito de matar e enterrar o ator Jeff Machado no Rio

Jeander Vinicius da Silva Braga foi preso no bairro de Santíssimo, na zona oeste do Rio, e encaminhado para a Cidade da Polícia

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta sexta-feira (2), Jeander Vinicius da Silva Braga, um dos suspeitos de matar o ator Jeff Machado e de enterrar o corpo. A prisão ocorreu no bairro de Santíssimo, na zona oeste do Rio de Janeiro.

A defesa alegou que Jeander não participou do assassinato, apenas da ocultação do cadáver.

A polícia cumpre dois mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça do Rio contra Jeander e Bruno Souza, um segundo suspeito de participação no crime. A determinação atende a um pedido do MPRJ (Ministério Público do Rio) e da Polícia Civil.

Os dois confessaram ligação com o crime e foram indiciados por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Eles apontaram uma terceira pessoa como responsável pelo assassinato.

Assassinato de Jefferson Machado
Os promotores do Ministério Público afirmam que o crime foi premeditado por Bruno, com auxílio de Jeander. Para a investigação, a dupla se aproveitou do momento em que mantinha relação sexual com a vítima para pôr o plano em prática.

A suspeita é que Jeff tenha sido morto por estrangulamento. Depois, o corpo foi colocado dentro de um baú, concretado a 2 metros de profundidade em uma casa em Campo Grande, na zona oeste do Rio.

A investigação revelou que o imóvel havia sido alugado por Bruno em dezembro do ano passado, um mês antes do desaparecimento de Jeff.

Quatro meses depois, o corpo foi localizado em estágio avançado de decomposição. A vítima foi reconhecida pelas digitais e tinha um arame enrolado no pescoço. O laudo da perícia foi inconclusivo, mas apontou sinais de estrangulamento.

Uma das linhas de investigação é que o ator tenha sido assassinado após ter descoberto que havia sido vítima de um suposto golpe financeiro que envolvia a promessa de um papel na TV.

O advogado da família da vítima afirmou que Bruno chegou a ajudar os parentes a registrar o sumiço de Jeff na delegacia. Além disso, o homem que se dizia amigo do ator estava com as chaves da casa e do carro dele.

A defesa de Bruno admitiu que ele participou da ocultação do corpo, mas negou envolvimento na morte do ator.

Fonte: R7

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas