30.7 C
Mato Grosso
quinta-feira, maio 30, 2024
spot_img
HomeNotíciasPadrasto é preso por estupro após enteada denunciar abusos sofridos ao longo...

Padrasto é preso por estupro após enteada denunciar abusos sofridos ao longo de cinco anos

Policiais civis cumpriram na manhã desta sexta-feira (2) a prisão preventiva de um homem de 45 anos pelo crime de estupro de vulnerável cometido contra a enteada, de 12 anos, na cidade de Dom Aquino-MT.

No início da semana, a Delegacia da Polícia Civil do município recebeu o registro do crime, quando a mãe da menor, acompanhada por conselheiros tutelares, relatou os abusos sexuais sofridos pela filha.

Na terça-feira, a menor participou de uma palestra, na escola onde estuda, sobre o movimento Maio Laranja, com orientações sobre exploração e abuso sexual infantojuvenil. Após ouvir a palestra, a adolescente relatou a uma colega que era vítima de abuso sexual pelo padrasto. A direção da escola tomou conhecimento da situação e acionou imediatamente o Conselho Tutelar. Os conselheiros entraram em contato com a mãe da menina e, depois de ouví-las, as acompanharam à Delegacia de Dom Aquino.

Receba as notícias do AgoraMT no seu WhatsApp, acesse nosso grupo.

Em declaração, a mãe da vítima relatou o que a filha lhe contou, que vem sofrendo abuso sexual do padrasto desde que tinha sete anos. Ela contou ainda que o suspeito aproveitava os momentos que a esposa estava ausente de casa para trabalhar e cometia os abusos. O relato da vítima aponta ainda que a situação mais recente dos abusos ocorreu no último domingo.

O delegado Sérgio Luis Almeida requisitou exame de corpo de delito, que foi realizado na quarta-feira (31) e comprovou a conjunção carnal.

O delegado requisitou medida protetiva de urgência para a menor e representou pela prisão preventiva do padrasto, que foi detido nesta sexta-feira em sua residência.

Policiais civis cumpriram na manhã desta sexta-feira (2) a prisão preventiva de um homem de 45 anos pelo crime de estupro de vulnerável cometido contra a enteada, de 12 anos, na cidade de Dom Aquino-MT.

No início da semana, a Delegacia da Polícia Civil do município recebeu o registro do crime, quando a mãe da menor, acompanhada por conselheiros tutelares, relatou os abusos sexuais sofridos pela filha.

Na terça-feira, a menor participou de uma palestra, na escola onde estuda, sobre o movimento Maio Laranja, com orientações sobre exploração e abuso sexual infantojuvenil. Após ouvir a palestra, a adolescente relatou a uma colega que era vítima de abuso sexual pelo padrasto. A direção da escola tomou conhecimento da situação e acionou imediatamente o Conselho Tutelar. Os conselheiros entraram em contato com a mãe da menina e, depois de ouví-las, as acompanharam à Delegacia de Dom Aquino.

Em declaração, a mãe da vítima relatou o que a filha lhe contou, que vem sofrendo abuso sexual do padrasto desde que tinha sete anos. Ela contou ainda que o suspeito aproveitava os momentos que a esposa estava ausente de casa para trabalhar e cometia os abusos. O relato da vítima aponta ainda que a situação mais recente dos abusos ocorreu no último domingo.

O delegado Sérgio Luis Almeida requisitou exame de corpo de delito, que foi realizado na quarta-feira (31) e comprovou a conjunção carnal.

O delegado requisitou medida protetiva de urgência para a menor e representou pela prisão preventiva do padrasto, que foi detido nesta sexta-feira em sua residência.

Fonte: AgoraMT

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas