21.8 C
Mato Grosso
sábado, abril 13, 2024
spot_img
HomeNotíciasMaruan começa a ser julgado em Rondonópolis; família pede justiça pela morte...

Maruan começa a ser julgado em Rondonópolis; família pede justiça pela morte do empresário

Réu está preso em Santa Catarina

Após quase cinco anos do crime bárbaro que chocou Rondonópolis na madrugada do dia 18 de novembro de 2018 e tirou a vida do empresário Fábio Batista da Silva, 41 anos, o julgamento começa a acontecer. Maruan Fernandes Haidar Ahmed está preso em Santa Catarina e participa por videoconferência.

A família da vítima acompanha o julgamento no Tribunal do Júri de Rondonópolis e pede por justiça “Queremos justiça, ele tirou o direito dos filhos de viverem com o pai”, afirmou a ex-esposa da vítima.

Maruan já chegou a ser considerado foragido da Justiça e foi preso durante uma operação em Santa Catarina que tinha como objetivo capturar integrantes de uma organização criminosa suspeita de atuar na fronteira entre o Brasil e o Paraguai.

Em outra situação, em 2021, o acusado foi internado após ser ferido em uma troca de tiros em uma conveniência. Um fugitivo da justiça chegou a ser morto na situação.

O CASO

Imagem: Fábio Batista
Fábio Batista – Foto: Reprodução/ Arquivo Pesoal

Fábio Batista da Silva de 41 anos morreu após ser baleado na madrugada de domingo (18/11/2018), em um estabelecimento comercial na avenida Lions Internacional, Vila Aurora, em Rondonópolis – MT.

Conforme informações de testemunhas, a vítima estava em uma mesa no comércio, quando o condutor de uma caminhonete Amarok de cor branca se aproximou e deixou o veículo com o farol alto em direção as pessoas que estavam no estabelecimento.

A vítima foi até o motorista e pediu para ele abaixar o farol, momento em que houve uma pequena discussão e quando a vítima estava retornando para a mesa foi alvejada por um disparo de arma de fogo desferido pelo motorista da Amarok.

Fábio não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. A equipe do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (SAMU) foi acionada e constatou a morte. A vítima deixou três filhos menores de idade.

Fonte: AgoraMT

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas