16.6 C
Mato Grosso
quinta-feira, maio 30, 2024
spot_img
HomePolíciaJovem acumula 20 denúncias por estelionato em Cuiabá

Jovem acumula 20 denúncias por estelionato em Cuiabá

Jovem identificado como Luiz Rodolfo Barros Marques, 22, é suspeito de aplicar golpes a um grupo de empresários e servidores, em Cuiabá. De acordo com a denúncia recebida pelo redação, o rapaz se identifica como vendedor de carros e celulares para praticar o crime de estelionato.

Conforme as informações, as fraudes ocorreram na negociação de automóveis. Em um dos boletins de ocorrência registrados na Polícia Civil, um empresário da Capital relata que negociou com Luiz a compra de um Jeep Compass, em março desse ano.

Durante as tratativas, a vítima fez a venda de um Toyota Corolla e transferiu o valor de R$ 134 mil diretamente para conta de Rodolfo.

O novo automóvel deveria ser entregue em 10 dias, já que o veículo deveria vir de São Paulo. Contudo, após prazo, o comprador alega que Rodolfo deu várias desculpas, inclusive afirmando que a cegonha teria tombado no trajeto.

Boletim de Ocorrência

Grupo
As vítimas organizaram um grupo no WhatsApp com comprovantes, contratos e informações sobre os golpes. Segundo elas, os prejudicados somam um prejuízo de quase R$ 1 milhão.

Também foram publicadas postagens nas redes sociais com o perfil do jovem.

“Estelionatário costumaz. Luiz Roldofo Barros Marques, com mais de 20 registros policiais pelo crime de estelionato e apropriação indébita. Se identifica como vendedor de carros e celulares para praticar os ilícitos. Aplica golpes das mais diversas natureza. Modus operandi: Age sozinho. Criou um novo perfil para a prática de novos delitos. Atualmente está supostamente morando em Campo Verde”, alerta uma das publicações.

Reprodução

Outro lado
A redação tentou procurar por Luiz pelas redes sociais e pelo contato registrado no boletim de ocorrência, no entanto, não obteve sucesso. A reportagem também procurou a Polícia Civil, mas a corporação ainda não se manifestou sobre o caso.

O espaço permanece aberto para novas manifestações.

Por Allan Mesquita

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas