30.2 C
Mato Grosso
quinta-feira, maio 30, 2024
spot_img
HomeMato Grosso'Eu pago pedágio na BR-163 em troca da morte”, reclama produtor de...

‘Eu pago pedágio na BR-163 em troca da morte”, reclama produtor de Nova Mutum

Há mais de 20 morando em Nova Mutum, o produtor Antônio Alves Dinis reclama da falta de melhorias na maior rodovia de Mato Grosso, a BR-163, que passa por 21 municípios e liga o estado ao Pará.

Em entrevista, o empresário pontua sua indignação visto que paga pedágio desde 2015 e a via não foi duplicada, não tem acostamento e é considerada uma das mais perigosas.

“Estamos pagando pedágio a troca do que? Tanto de imposto que a gente paga. Eu morro de vergonha de ter que pagar para ter acesso a uma rodovia que nem acostamento tem, estamos pagando pela morte, eu pago pedágio em troca de morte”, pontuo revoltado.

Inaugurada em 1976 e considerada uma da maiores e mais movimentadas, a BR-163 nos últimos anos ficou conhecida como “rodovia da morte”, devido aos altos números de acidente com morte e vítimas.

Segundo dados divulgado pela Rota do Oeste, concessionária que administra o trecho, de 1 de janeiro a 31 de maio de 2023 foram 462 casos com vítimas, enquanto em 2022 de 1 de janeiro a 30 de outubro de 2022 foram 884 registros, apesar de assustadores os números são estáveis e 15% menor que registrado em 2021 que foi contabilizou 990 registros.

“Brasil não pode parar, somos nós produtores que movimentamos o país, geramos empregos. Trabalhar sem condições seguras e justas, visto que pagamos impostos pelas melhorias. Fica complicado para transportar as produções e correr risco de morte. É vergonhosa esta situação”, finalizou o produtor.

A reportagem procurou A Nova Rota do Oeste que informou que as obras de duplicação e construção de acostamento da BR-163 serão retomadas ainda este ano a partir do Posto Gil (km 507), sentido Nova Mutum (até o km 498). Este trecho é apontado como prioritário pela empresa e consta no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) como o ponto a ser iniciado o trabalho de ampliação de capacidade de tráfego.

Segundo a concessionária, desde o mês de maio, quando houve a troca de controle acionário e a MT Par assumiu a empresa, os serviços de manutenção estão em andamento e avançaram cerca de 90 quilômetros de faixa.

Entre as regiões contempladas com a melhoria do pavimento está Nova Mutum, onde a travessia urbana foi toda recuperada e atualmente as equipes de recuperação de pavimento atuam no eixo central da BR-163.

Por Vithoria Sampaio

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas