23.3 C
Mato Grosso
segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeCidadesEm cinco meses, Rondonópolis alcança U$ 1.287,7 bilhão em exportações

Em cinco meses, Rondonópolis alcança U$ 1.287,7 bilhão em exportações

As exportações do Município tiveram os países asiáticos como principal destino

Rondonópolis chega ao quinto mês de 2023 com crescimento nas exportações. Entre janeiro e maio, a cidade alcançou U$ 1.287,7 bilhão em exportações, o que a coloca como maior exportadora de Mato Grosso no período e 15ª do Brasil. Os números são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Os números apontam que as exportações locais cresceram 6,3% nos cinco primeiros meses do ano em comparação com o mesmo período de 2022. O total exportado representa 9,6% das exportações de todo Mato Grosso e 0,9% da brasileira.

Enquanto as exportações cresceram em 2023, as importações tiveram redução de 39,3%. Entre janeiro e maio deste ano, foram importados um total de U$ 460,41 milhões. O montante importado pelo Município representa 40,3% do total das importações de Mato Grosso e 0,5% de todo o País. Esse valor faz com que a cidade seja a maior importadora do Estado e 47ª do Brasil.

Com o aumento nas exportações, chegando a U$ 1.287,7 bilhão nos cinco primeiros meses de 2023 e a redução nas importações que somaram U$ 460,41 milhões, Rondonópolis registrou superávit de U$ 827,29 milhões no período.

As exportações do Município tiveram os países asiáticos como principal destino. Para a China atingiram U$ 436 milhões, representando 33,9% do total exportado nos primeiros cinco meses do ano.

Para a Tailândia, com crescimento de 48% com relação ao ano passado, as exportações chegaram a U$ 329 milhões, representando 25,6% do exportado por Rondonópolis no período.

Assim como China e Tailândia, a Indonésia teve importante participação nas exportações de Rondonópolis. Para o país foram exportados U$ 150 milhões, 11,4% a mais que em 2022. As exportações para a Indonésia representaram 11,6% do total das exportações de Rondonópolis.

Já, as importações vieram, principalmente, da Rússia. Do país europeu foram importados entre janeiro e maio deste ano U$ 114 milhões. Mesmo com queda de 30,5% em relação ao mesmo período do ano passado, as importações vindas da Rússia representam 24,8% do total importado pela cidade.

Do Canadá, foram importados U$ 105 milhões, valor 6,1% menor que o registrado no mesmo período do ano passado, e que representam 22,8% do total das importações de Rondonópolis.

O principal produto exportado por Rondonópolis, entre janeiro e maio deste ano, foi a torta e outros resíduos da extração do óleo de soja, que representou 51% das exportações e somou U$ 654 milhões no período, 22% a mais que em 2022.

Ainda com participações importantes entre os produtos exportados, estão a soja em grãos e triturada, representando 35% das exportações no período, seguida do óleo de soja (4%) e da carne bovina (3,6%).

Já os fertilizantes (adubos) compõem a maior parte das importações. Os fertilizantes potássicos representaram 52% das importações e os adubos compostos 23%.

Fonte: PREFEITURA

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas