21.9 C
Mato Grosso
segunda-feira, março 4, 2024
spot_img
HomeCidadesChikungunya dispara em Tangará da Serra com 500 novas notificações em nove...

Chikungunya dispara em Tangará da Serra com 500 novas notificações em nove dias

A Chikungunya deixou de ser uma doença de baixa incidência até o ano passado para ser uma enfermidade altamente agressiva nestes primeiros dois meses de 2024. Em Tangará da Serra, já são 630 notificações até a última sexta-feira (09.02).

Esse dado, que corresponde a 500 registros a mais que os 130 computados em 31 de janeiro, representa um avanço de 384% no período de nove dias, ou seja, quase cinco vezes mais em relação ao último dia de janeiro. Na média, são 55 novos casos a cada dia.

O paciente que contraiu a arbovirose causada pelo vírus CHIKV sofre severamente com a moléstia. Os sintomas característicos são exantema (erupção na pele) com coceira, febre baixa (ou ausência de febre), olhos vermelhos sem secreção ou coceira, dor nas articulações, dor nos músculos e dor de cabeça. “(…) estou com Chikungunya e não desejo isso para o meu pior inimigo… estamos com dias dificeis!!!!! Muita dor”, queixou-se um leitor do Enfoque Business, em mensagem encaminhada à redação.

Boletim

Segundo boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (09) pela Secretaria Municipal de Saúde, em Tangará da Serra os casos de Chikungunya somam 630 notificações. Outros 864 pacientes resultaram com notificações de Dengue.

(*) Ao final do texto, boletim atualizado das doenças emergentes no município.

Medidas

A escalada da Dengue e da Chikungunya em Tangará da Serra levou o Executivo Municipal a decretar situação de emergência no âmbito da saúde pública no município. O decreto, de nº 047/2024, é datado de ontem (quinta, 08/02).

A medida autoriza a adoção de todas ações administrativas e assistenciais necessárias à contenção de casos de “Arbovirose”, como a aquisição pública de insumos e materiais, doação e cessão de equipamentos e bens e a contratação de serviços estritamente necessários ao atendimento da situação emergencial, nos termos do inciso VIII do art. 75 da Lei Federal n.º 14.133/2021.

A prefeitura vem notificando moradores para que em sete dias realizem a limpeza de seus terrenos, sob pena de multa em caso de não cumprimento. De janeiro até ontem (sexta, 09), foram notificados 4.991 moradores para limpeza dos terrenos.

Por Sergio Roberto

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas