24.5 C
Mato Grosso
quarta-feira, abril 24, 2024
spot_img
HomeVariedadesCasal vira meme ao se reencontrar no “Tinder do Perrengue” após 12...

Casal vira meme ao se reencontrar no “Tinder do Perrengue” após 12 anos no Dia dos Namorados


O “Tinder do Perrengue” foi o empurrão que os cuiabanos Felipe Santamaria e Manoela Vargas precisavam para engatar um namoro. O casal se conhece desde a infância, estudou todo os anos escolares junto, do pré até o fim do ensino médio. Os dois chegaram a ficar juntos no passado, mas perderam contato após Felipe fazer intercâmbio na Espanha, e só voltaram a conversar depois de o representante comercial comentar uma publicação da veterinária no perfil do Instagram.

Felipe relembrou a história de amor ao HNT. O breve ‘affair’ entre os mato-grossenses ocorreu em 2011, quando ele cursava Enfermagem e Manoela, Veterinária, em Sinop (479 km de Cuiabá). Logo, o jovem seguiu para a Europa e, ao retornar depois de sete meses fora do país, sua ‘crush’ havia concluído o curso e voltado para a cidade natal.

“Foram 12 anos sem nos falarmos. Cada um seguiu sua vida e nunca mais a gente se viu”, falou Felipe, que segue o Perrengue Mato Grosso há muito tempo, porém, não estava nos planos se tornar um meme do perfil. “Esse Tinder do Perrengue é uma brincadeira que eles fazem e você responde com um coração a pessoa que o interessar. Para minha surpresa, a Manoela estava lá. Não perdi tempo e enviei uma DM (mensagem privada) e começamos a conversar”, disse ele.

Os números de WhatApp foram compartilhados e o intervalo entre a troca de mensagens foi diminuindo até chegar ao convite para o primeiro encontro. “Percebemos que ainda tínhamos muito em comum e resolvemos nos dar essa chance”, contou Felipe, que voltou ao Instagram para agradecer ao Perregue. “Comecei a namorar por sua ajuda”, escreveu o representante comercial.

Manoela Vargas administra o petshop “Lipet store”, no bairro Morada do Ouro, em Cuiabá. Bem-humorado, Felipe brinca com a namorada que o nome da loja é um dos sinais que ela nunca o esqueceu. “Acho que é um sinal de amor reprimido, é quase meu nome!”, ironizou.

Depois de perder a amada uma vez, ele vê o namoro que ainda está no começo, apenas um mês, como uma nova chance para reescrever a história dos dois e pensa até em casamento. “Namoro existe com uma finalidade e não entraria nessa se não tivesse uma intenção maior, é claro que quem vai dizer isso é o tempo, mas penso sim em amadurecer esse relacionamento e o elevarmos a outro nível”, finalizou Felipe.

Fonte: hiper noticias

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas