28.3 C
Mato Grosso
quinta-feira, junho 20, 2024
spot_img
HomeAgronegócioCafé| Produção mundial atinge volume físico de 171,3 milhões de sacas de...

Café| Produção mundial atinge volume físico de 171,3 milhões de sacas de 60 kg

Do total da safra, 98,6 milhões de sacas são da espécie coffea arabica, que representa 57,5% da produção

A produção de café mundial estimada para o ano-cafeeiro de outubro de 2022 a setembro de 2023, atingiu um volume físico total equivalente a 171,3 milhões de sacas de 60 kg. A performance representa uma ligeira recuperação de 1,7%, na comparação com os mesmos doze meses do período anterior.

Desse volume total da safra mundial, 98,6 milhões de sacas, que correspondem a 57,5%, são da espécie de coffea arabica e 72,7 milhões de sacas (42,5%) da espécie de coffea canephora (robusta+conilon).

O estudo tem como base e fonte principal de consulta o Relatório sobre o mercado de Café – outubro 2023, da Organização Internacional do Café (OIC), que está disponível na íntegra no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.

Vale também ressaltar que a OIC considera e agrupa, nos seus respectivos relatórios e estudos em nível mundial, quatro grandes regiões produtoras de cafés: Ásia & Oceania, México & América Central, África e América do Sul.

O consumo global de café registrará um ligeiro acréscimo de 1,6 no ano-cafeeiro atual levando em conta que no acumulado de doze meses no ano-cafeeiro anterior de 2021-2022, somou 175,6 milhões de sacas. As estimativas indicam que o consumo atual totalizará o equivalente a 178,5 milhões de sacas de 60 kg.

O mercado mundial de café deverá passar por mais um ano previsto de déficit, pois o consumo global deverá suplantar a produção em torno de 7,2 milhões de sacas.

Com base nos dados do Relatório sobre o mercado de Café – outubro 2023, da OIC, o volume de café exportado por essas quatro regiões produtoras, que atingiu a soma de 122,98 milhões de sacas de 60 kg, o qual corresponde a aproximadamente 72% da produção mundial citada anteriormente.

Dessa maneira, caso seja feita um ranking em ordem decrescente dessas exportações, no ano-cafeeiro de 2022-2023 em tela, América do Sul será a maior região produtora de café do mundo. O continente registrou um volume físico exportado equivalente a 50,59 milhões de sacas de 60 kg, o qual corresponde a 41,1% do total dessas exportações.

Na segunda posição do ranking, vem a Ásia & Oceania, cujas exportações totalizaram 43,56 milhões de sacas (35,4%). Na sequência desse ranking, destaca-se a região produtora do México & América Central, que vendeu um volume físico de café para países importadores correspondente a 15,3 milhões de sacas, performance equivalente a 12,4% do total vendido.

Em seguida, a África, com as exportações que somaram 13,53 milhões de sacas de 60 kg, as quais equivalem a 11,1% do total de café vendido aos importadores no mundo no ano-cafeeiro 2022-2023.

Finalmente, merece também destacar que as exportações de café solúvel, no mesmo período em foco, conforme os dados da OIC, no acumulado de doze meses, atingiram um volume físico equivalente a 11,47 milhões de sacas de 60 kg, e, adicionalmente, que o café torrado atingiu a cifra de apenas 750 mil sacas de 60 kg.

Fonte: CANAL RURAL

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas