28.1 C
Mato Grosso
domingo, abril 21, 2024
spot_img
HomeCidadesÁudios vazados expõem possível troca de casas por apoio político em Sapezal;...

Áudios vazados expõem possível troca de casas por apoio político em Sapezal; Ouça os audios

Áudios vazados revelam uma possível promessa do prefeito licenciado de Sapezal, Valcir Casagrande (PL), de conceder uma das 76 unidades habitacionais em construção a um jornalista em troca de apoio político. O diálogo, ocorrido entre Casagrande e o jornalista identificado apenas como Edmilson, destaca a menção de uma “casinha” que supostamente teria sido oferecida pelo prefeito em troca de apoio político.

No áudio, o jornalista menciona um grupo que ele criou, composto por 69 pessoas, nas quais ele cobrou uma taxa de adesão de R$ 55 como forma de subsistência. Ele ressalta que nunca permitiu qualquer menção negativa a respeito de Casagrande no grupo e enfatiza que não precisa do prefeito da maneira que ele imagina. De forma contundente, o jornalista desmerece a promessa da “casinha” feita por Casagrande, afirmando: “Enfia a casinha que você falou no [palavrão]”.

“Eu tenho um grupo que eu criei aqui, que tem 69 pessoas, nem todos, mas quase que a metade eu cobrei R$ 55 para a adesão deles, porque é o jeito de eu sobreviver aqui, mas eu dou manutenção. Neste grupo eu nunca deixei ninguém falar uma palavra a seu respeito e eu não preciso de você do jeito que você está pensando. E essa casinha que você falou enfia no [palavrão]” Afirmou Edmilson a Casagrande.

Edmilson prossegue argumentando que Casagrande não tem propriedade sobre as unidades habitacionais, uma vez que os recursos pertencem ao município. “Você não é dono de [palavrão] nenhuma aqui. O recurso é do município e você está fazendo lá. Você acha que você vai me prender por causa de uma casinha que qualquer ser humano tem direito?” Declarou.

Vale ressaltar que as 76 casas em construção são de responsabilidade da Prefeitura de Sapezal e têm como objetivo serem entregues a famílias carentes. Antes de afastar-se do cargo, Casagrande enviou um Projeto de Lei à Câmara de Sapezal que prevê a concessão dessas unidades habitacionais a famílias inscritas no CAD Único e não a doação como de praxe. Essa medida visa beneficiar pessoas de baixa renda que não possuem moradia própria ou pagam aluguel.

Os áudios vazados trazem à tona questionamentos sobre o possível uso indevido das casas em troca de apoio político no município. A suspeita de favorecimento político na destinação das unidades habitacionais destaca a necessidade de investigações e apurações a fim de assegurar a correta aplicação dos recursos públicos e garantir que as moradias sejam disponibilizadas às famílias mais necessitadas, conforme os critérios estabelecidos pelo programa habitacional municipal.

Spz Online

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas