23.5 C
Mato Grosso
segunda-feira, dezembro 4, 2023
spot_img
HomeVariedadesApós morte de fã em show de Taylor Swift, internautas pedem criação...

Após morte de fã em show de Taylor Swift, internautas pedem criação de lei que obrigue água gratuita em eventos

Petição para a criação de lei já tem mais de 20 mil assinaturas; ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, diz que providências já estão sendo tomadas

Um abaixo-assinado com mais de 20 mil assinaturas foi criado após a morte de Ana Clara Benevides para exigir uma lei que obrigue água gratuita em eventos. A jovem, de 23 anos, passou mal durante o show da cantora americana Taylor Swift na noite da sexta-feira (17), no Rio de Janeiro, que enfrentava altas temperaturas.

“Lei Ana Benevides por água gratuita nos eventos. Hoje, 17/11/2023, o Brasil sofreu uma perda irreparável da jovem Ana Benevides em um show no Estado do Rio de Janeiro. De acordo com informações de terceiros, o falecimento da jovem ocorreu devido ao extremo calor, no qual a sensação térmica atingia os 60 C°”, começava a explicação de Giuliana Maestrini sobre a criação da petição.

“Em um dos eventos mais aguardados deste ano, vimos uma fatalidade acontecer diante dos nossos olhos por pura negligência. Os consumidores do Brasil estão esgotados de serem desrespeitados por empresas milionárias que não se preocupam com o consumidor”, continuou.

“Dito isso, começo aqui a campanha pela Lei Ana Benevides, Lei que garantirá a distribuição gratuita em eventos. O setor de eventos se sente envergonhado com a falta de responsabilidade da empresa responsável pelo evento de hoje e gostaria que haja mudança para que uma fatalidade dessas não ocorra novamente! Dito isso, começo aqui a campanha pela Lei Ana Benevides, Lei que garantirá a distribuição gratuita em eventos”, finalizou.

MINISTRO DIZ QUE PROVIDÊNCIAS SERÃO TOMADAS
Em meio a acusações de que a organizadora do evento, T4F havia proibido a entrada de garrafas de qualquer tipo no estádio, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, disse que providências já estão sendo tomadas para investigar a morte e evitar novas fatalidades.

“Orientei o secretário nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, Wadih Damous, a adotar as providências cabíveis — ainda hoje — quanto às denúncias de vedação ou ausência de disponibilidade de água para os consumidores que foram ou irão a shows durante essa imensa onda de calor que o Brasil atravessa”, escreveu Dino.

“O Código de Defesa do Consumidor exige que os serviços sejam seguros e adequados à saúde. É inaceitável que pessoas sofram, desmaiem e até morram por falta de acesso à água”, continuou.

ORGANIZADORA SE PRONUNCIA, MAS EVITA FALAR DE PROBLEMA COM ÁGUAS

A t4f, organizadora do show de Taylor Swift no Brasil, se pronunciou após a morte da fã Ana Clara Benevides, que não resistiu após passar mal no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro. A empresa é acusada por fãs de proibir a entrada de qualquer tipo de garrafa de água no local, marcado pelas fortes temperaturas e sensação térmica de 60 C.

“É com muita tristeza que informamos o falecimento de Ana Clara Benevides Machado, 23 anos. Na noite de ontem, Ana Clara se sentiu mal e foi prontamente atendida pela equipe de brigadistas e paramédicos, sendo encaminhada ao posto médico do Estádio Nilton Santos para o protocolo de primeiros socorros”, começou o comunicado.

“Diante do quadro, a equipe médica optou pela transferência ao Hospital Salgado Filho, onde, após quase uma hora de atendimento emergencial, infelizmente veio a óbito. Aos familiares e amigos de Ana Clara Benevides Machado nossos sinceros sentimentos”, finalizou a empresa.

Ana Clara Benevides, estudante de Psicologia que morreu após passar mal em show de Taylor Swift no Rio — Foto: Reprodução Instagram
Ana Clara Benevides, estudante de Psicologia que morreu após passar mal em show de Taylor Swift no Rio — Foto: Reprodução Instagram

QUEM ERA A FÃ QUE MORREU NO SHOW DE TAYLOR SWIFT

Ana Clara Benevides, de 23 anos, era estudante do curso de Psicologia da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), no Mato Grosso. Nascida em Sonora, também no estado, a jovem costumava compartilhar momentos em festas e shows e com a família em suas redes sociais.

No Twitter, ela atualiza com frequência os planos e as emoções envolvendo o show de Taylor Swift. Ela dizia não acreditar que estava chegando o momento de ver Taylor na Eras Tour, e falou sobre as despesas para viajar para o Rio. Segundo relato de uma prima e um amigo de Ana Clara ao jornal Folha de S. Paulo, ela estava na grade e desmaiou no local, provavelmente devido ao calor.

Atendida ainda no Engenhão, ela chegou a ser reanimada no estádio por cerca de 40 minutos. No caminho do Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, ela teve uma segunda parada. A causa da morte de Ana Clara foi uma parada cardiorrespiratória.

“A paciente Ana Benevides chegou ao Hospital Municipal Salgado Filho, às 20h50, em parada cardiorrespiratória. Foram feitas manobras de reanimação, mas, infelizmente, ela não resistiu”, informou a assessoria da prefeitura do Rio de Janeiro.

Fonte: Quem Online

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas