21.9 C
Mato Grosso
segunda-feira, março 4, 2024
spot_img
HomeCidadesTangará da Serra será sede do 1° Concurso Público Nacional Unificado

Tangará da Serra será sede do 1° Concurso Público Nacional Unificado

Em uma iniciativa inédita, Tangará da Serra foi escolhida como uma das sete cidades em Mato Grosso para sediar o primeiro Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), conhecido como o “Enem dos concursos”. O evento abrangerá 180 cidades em todo o país, conforme divulgado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos.

Em Mato Grosso as provas, marcadas para março de 2024, serão realizadas simultaneamente em Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Cáceres, Barra do Garças e Alta Floresta, além de Tangará da Serra.

O CPNU representa uma inovação ao permitir que os candidatos concorram a vagas em órgãos e entidades da Administração Pública Federal com apenas uma inscrição. Ao todo, serão disponibilizadas 6.640 vagas para servidores federais, distribuídas entre diferentes níveis de escolaridade.

No segmento de ensino médio, há 692 vagas, abrangendo diversas áreas, como Agente de Atividades Agropecuárias, Técnico de Laboratório, e Agente em Indigenismo. Já no ensino superior, são ofertadas 5.948 vagas em cargos que incluem Especialistas em Políticas Públicas, Analistas de Infraestrutura, e Auditor-Fiscal do Trabalho, entre outros.

Este novo formato busca facilitar o acesso dos candidatos a oportunidades em diversos órgãos públicos, consolidando uma abordagem unificada para os concursos públicos. A Fundação Cesgranrio será responsável por aplicar as provas em todo o território nacional, dividindo a avaliação em duas etapas: provas objetivas comum a todos os candidatos e provas específicas e dissertativas, organizadas por blocos temáticos.

Com a expectativa de preencher importantes lacunas no quadro de servidores federais, o CPNU representa um marco na busca por profissionalização e eficiência na administração pública brasileira. Os candidatos têm agora a oportunidade de concorrer a vagas em diferentes áreas, contribuindo para o fortalecimento dos serviços públicos em todo o país.

INSCRIÇÕES:

A previsão do Governo é publicar o Edital do Concurso Unificado até o próximo dia 22 de dezembro. É o Edital que informará a abertura do prazo para as inscrições.

Confira as Vagas:

Ensino médio – 692 vagas

– Agente de atividades agropecuárias: 100 vagas

– Agente de Inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal: 100 vagas

– Técnico de Laboratório: 40 vagas

– Agente em Indigenismo: 152 vagas

– Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas: 300 vagas

Ensino superior – 5.948 vagas

– Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental: 150 vagas- Analista de Infraestrutura: 300 vagas- Analista Técnico de Políticas Sociais: 360 vagas- Analista em Tecnologia da Informação: 300 vagas- Analista Técnico-Administrativo: 190 vagas- Economista: 27 vagas- Psicólogo: 2 vagas- Estatístico: 12 vagas- Técnico em Comunicação Social: 10 vagas- Técnico em Assuntos Educacionais: 2 vagas- Arquivista: 16 vagas- Arquiteto: 14 vagas- Engenheiro: 68 vagas- Bibliotecário: 4 vagas- Contador: 5 vagas- Médico: 20 vagas- Analista de Comércio Exterior: 50 vagas- Analista Técnico-Administrativo: 50 vagas- Economista: 10 vagas- Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários: 30 vagas- Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Energia: 40 vagas- Auditor-fiscal federal agropecuário: 200 vagas- Analista em Ciência e Tecnologia: 40 vagas- Tecnologista: 40 vagas- Analista Administrativo: 137 vagas- Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário: 446 vagas- Engenheiro Agrônomo: 159 vagas- Analista em Ciência e Tecnologia: 296 vagas- Analista Técnico de Políticas Sociais: 40 vagas- Analista Técnico de Políticas Sociais: 70 vagas- Indigenista Especializado: 152 vagas- Administrador: 26 vagas- Antropólogo: 19 vagas- Arquiteto: 1 vaga- Arquivista: 1 vaga- Assistente Social: 21 vagas- Bibliotecário: 6 vagas- Contador: 12 vagas- Economista: 24 vagas- Engenheiro: 20 vagas- Engenheiro Agrônomo: 31 vagas- Engenheiro Florestal: 2 vagas- Estatístico: 1 vaga- Geógrafo: 4 vagas- Psicólogo: 6 vagas- Sociólogo: 12 vagasTécnico em Assuntos Educacionais: 2 vagas- Técnico em Comunicação Social: 10 vagas- Tecnologista: 220 vagas- Analista Técnico Administrativo: 100 vagas- Analista Técnico de Políticas Sociais: 30 vagas- Auditor-Fiscal do Trabalho: 900 vagas- Analista Administrativo: 15 vagas- Especialista em Previdência Complementar: 25 vagas- Especialista em Regulação de Saúde Suplementar: 35 vagas- Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas: 275 vagas- Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas: 312 vagas- Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas: 8 vagas- Administrador: 154 vagas- Arquiteto: 5 vagas- Arquivista: 2 vagas- Analista Técnico-Administrativo: 90 vagas- Contador: 47 vagas- Economista: 35 vagas- Engenheiro: 18 vagas- Estatístico: 7 vagas- Médico: 3 vagas- Psicólogo: 10 vagas- Técnico em Assuntos Educacionais: 20 vagas- Técnico em Comunicação Social: 9 vagas- Analista Técnico-Administrativo: 30 vagas- Analista Técnico-Administrativo: 45 vagas- Economista: 15 vagas- Analista Técnico-Administrativo: 50 vagas- Pesquisador-Tecnologista em Informações e Avaliações Educacionais: 50 vagas

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas