28.3 C
Mato Grosso
quinta-feira, junho 20, 2024
spot_img
HomePolíciaPolícia Civil prende em flagrante autores de tentativa de homicídio contra jovem...

Polícia Civil prende em flagrante autores de tentativa de homicídio contra jovem em VG

DHPP representou pela prisão preventiva dos quatro; um deles estava com mandado de prisão decretado por roubo

A Polícia Civil representou pela conversão em prisão preventiva de quatro criminosos detidos em flagrante, nesta segunda-feira (23.10), no momento em que torturavam uma vítima em Várzea Grande. O grupo foi autuado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa pelos crimes de homicídio tentado (qualificado por motivo torpe, mediante crueldade e recurso que impossibilitou a defesa) e integração de organização criminosa.

Na manhã de segunda, a equipe da DHPP recebeu denúncia de que uma pessoa estava sendo açoitada no bairro Parque Atlântico, onde era possível ouvir os gritos e pedido de socorro da vítima. Em diligências ao local, os policiais da unidade especializada avistaram uma bicicleta caída às margens de um matagal e mais adentro estava uma pessoa caída, com as mãos amarradas para trás, sendo agredida por seis homens com pedaços de madeira. Quatro criminosos foram detidos no ato e outros dois conseguiram fugir para dentro da mata.

A vítima estava desorientada, falando palavras desconexas, bastante fraca e não conseguira ficar de pé e foi encaminhada ao atendimento hospitalar de urgência, com inúmeros ferimentos, principalmente nas costas.

No local foram apreendidas ripas de madeira, cabo de enxada e quase sete metros de fio condutor de energia com o qual amarraram a vítima. Com os autores do crime também foram apreendidos celulares.

Um dos autores dos crimes, K.C.V.D.C. é reincidente e estava com monitoramento por tornozeleira eletrônica por roubo e tráfico de drogas. Outro criminoso, A.R.S. tinha um mandado de prisão em aberto por roubo, que foi cumprido.

Ouvida posteriormente, a vítima contou que estava em uma borracharia na manhã de segunda-feira quando chegaram duas pessoas e a apontaram como autor de um furto de bateria de caminhão e obrigaram a acompanhá-los. A vítima, sem alternativa, seguiu os suspeitos até a região de matagal no bairro, onde começaram as agressões. Depois chegaram ao local outro criminoso que amarrou a vítima com os fio de eletricidade e mais três que continuaram com a sessão de espancamentos. Durante as agressões, o grupo ligou para uma pessoa externa pedindo autorização para executar a vítima.

“É importante ressaltar que não fosse a rápida ação da equipe da DHPP tão logo recebida a denúncia, infelizmente teríamos atendido a mais um local de homicídio”, pontuou o delegado Caio Fernando Albuquerque na representação encaminhada ao Poder Judiciário pela conversão do flagrante em prisão preventiva dos envolvidos.

Fonte: Polícia Civil-MT

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas