29.7 C
Mato Grosso
sexta-feira, abril 19, 2024
spot_img
HomeVariedadesPelas ruas de MT, advogado atrai atenção com monociclo elétrico

Pelas ruas de MT, advogado atrai atenção com monociclo elétrico

Apaixonado desde a adolescência por tecnologia, o morador de Matupá e advogado criminalista Marcus Macedo, de 44 anos, atraiu a atenção dos mato-grossenses ao usar um monociclo elétrico como meio de transporte. Ele compartilha a paixão por tecnologia na página do Instagram.

Admirador de veículos elétricos, ele aderiu ao monociclo em 2022 e se encantou com a praticidade oferecida. Hoje, faz parte da diretoria da Associação Brasileira dos Proprietários de Veículos Elétricos Inovadores (Abravei) e conta que, muitas vezes, o monociclo o ajuda a driblar o trânsito do dia a dia.

“A praticidade da locomoção é muito grande. O carro fica preso no trânsito e uma moto você não pode descer dela, pegar na mão e passar por cima da calçada. Monociclo eu posso, é do tamanho de uma mochila”, explicou.

“Meu carro estava fazendo uma revisão, estava esperando uma peça. Estou usando ele (monociclo) para onde preciso sair. Tem gente em São Paulo, Brasília, no Rio de Janeiro que está vendendo carro e usando o monociclo como principal meio de transporte”, acrescentou.

O monociclo de Marcus, modelo Inmotion V11, alcança 55 km/h, roda cerca de 100 km sem precisar recarregar e é equipado com suspensão que garante conforto ao passar pelos desníveis da cidade. Para comprar um modelo igual, o interessado deverá desembolsar um valor entorno de R$ 23 mil.

Além do investimento, o advogado disse ser necessário persistência para ter equilíbrio sobre o monociclo. Segundo ele, muitos tombos poderão ocorrer ao longo do aprendizado.

“Levei algumas semanas, já estava desistindo. Um dia falei: ‘Não vou sair enquanto não conseguir’. Foram umas três horas e comecei a ficar em pé. Em Matupá tem um lago, peguei o monociclo e fiquei andando para frente e para trás. Ele arranhou, mas eu não sofri nenhum arranhão”, lembrou.

Dentre as aventuras às quais o advogado se propõe, ele disse que já chegou a andar em rodovias com o monociclo, pois a potência do veículo permite percorrer grandes distâncias.

“Até em rodovia já andei, mas no acostamento para ter cautela com carretas. Não ando no meio da pista, tomo todas as cautelas”, afirmou.

Praticidade

Tem gente em São Paulo, Brasília, no Rio de Janeiro que está vendendo carro e usando o monociclo

Embora apaixonado por tecnologia desde a adolescência, o advogado não se vê envolvido profissionalmente no ramo.

“Pretendo usar o monociclo só como ferramenta de praticidade, como entusiasta mesmo. Acho que eu não tenho muita veia para o negócio. Mas tudo ligado à tecnologia me encanta”, disse.

Aprender a usar

Marcus aconselha que os interessados em aderirem um monociclo não comecem com grandes investimentos, ao menos até aprenderem a usá-lo adequadamente.

Ele incentiva dizendo que, depois de aprender, o desejo de evoluir a mobilidade se torna cada vez maior.

“Quem quer ter um monociclo para aprender a andar, não compre um novo. Compre usado. Você vai destruir ele aprendendo a andar. É difícil começar, mas assim que pegar o jeito, a evolução é muito rápida”, afirmou.

“Você já vai estar querendo um monociclo mais rápido e com potência maior”, completou.

Por ENZO TRES

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas