25.6 C
Mato Grosso
quarta-feira, julho 24, 2024
spot_img
HomeNacionalPadre preso suspeito de estupro se valeu da ‘ingenuidade e fé’ da...

Padre preso suspeito de estupro se valeu da ‘ingenuidade e fé’ da vítima, diz Ministério Público

Ministério Público do Rio de Janeiro pediu prisão de padre por crimes ocorridos em 2022 e em 2023. Ele foi detido na casa do pai, em Fortaleza.

O padre Alexandre Paciolli foi preso nesta quarta-feira (3) em Fortaleza por importunação sexual e estupro de vulnerável. O crime, conforme denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), foi cometido contra uma mulher, em agosto de 2022 e janeiro de 2023, em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro.

“O padre, se utilizando da ingenuidade e da fé da vítima, sob o pretexto de estar sentido fortes dores, passou a praticar atos libidinosos com a vítima, que, tendo o denunciado como seu sagrado protetor, não conseguiu oferecer resistência”, afirma o Ministério Público.

Conforme o Ministério Público, o suspeito é um líder religioso “muito carismático, conhecido e influente”. Ele foi apresentador de programas de televisão na TV Canção Nova, aí incluído um programa dedicado às mulheres, denominado “mulheres de fé”. Nas redes sociais, ele alcança mais de 200 mil seguidores.

Ele também já foi reitor da Igreja da PUC, responsável pela Igreja de São José.

Ainda segundo a denúncia, a Arquidiocese do Rio de Janeiro “já recebeu diversas notícias de abusos sexuais cometidos pelo padre”.

A Justiça aceitou o mandado de prisão preventiva contra o religioso, a pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro, que foi preso na casa de seu pai dele, em Fortaleza.

Fonte: G1 CE

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas