33.2 C
Mato Grosso
sexta-feira, julho 19, 2024
spot_img
HomeNotíciasMulher envolvida em homicídio é presa pela Polícia Civil em Mato Grosso

Mulher envolvida em homicídio é presa pela Polícia Civil em Mato Grosso

Suspeita, apontada como integrante de facção criminosa, também é investigada por roubo e receptação de veículos na Capital

Uma mulher, que teve o envolvimento identificado em crime de homicídio qualificado ocorrido no início do mês de junho em Barra do Bugres, teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, em trabalho de investigação realizado pela Delegacia Especializada do Roubos e Furtos de Veículos (DERFVA) de Cuiabá e Delegacia do município.

A suspeita de 20 anos teve o mandado de prisão temporária decretado pela Justiça de Barra do Bugres com base nas investigações da Polícia Civil. A ordem judicial contra a investigada foi cumprida pelos policiais da Delegacia de Veículos, no bairro Paraíso, em Cuiabá.

A suspeita e o namorado são alvos de investigação em inquérito policial instaurado na DERFVA para apurar os crimes de receptação, roubo majorado, associação criminosa e organização criminosa na região metropolitana. Durante as investigações, a suspeita teve a participação identificada no homicídio e em outros crimes ocorridos em Barra do Bugres e na região metropolitana.

Homicídio

O homicídio que vitimou Jonathan Elisbão Salustiano, de 21 anos, ocorreu no dia 07 de junho, na residência da vítima em Barra do Bugres. Na ocasião, a vítima foi alvejada na porta de casa, com diversos disparos de arma de fogo, não resistindo aos ferimentos e vindo a óbito no local.

O crime teria sido motivado por rixa entre facções criminosas. Na data dos fatos, a suspeita armou uma emboscada para a vítima, indo até sua casa, sob o pretexto de tomar tereré juntos, uma vez que eram amigos.

Enquanto estava com a vítima, a suspeita acionou o seu namorado, que foi até ao local com um comparsa em uma motocicleta e efetuaram os disparos. Após os fatos, o casal fugiu para Cuiabá em uma motocicleta de propriedade da investigada.

Investigações

A suspeita e o namorado foram presos em Cuiabá, no dia 14 de junho, em posse de um veículo Renault Sandeiro, furtado no dia 18 de maio na Capital. O casal foi conduzido à Central de Flagrantes, onde foram autuados em flagrante por crime de receptação, sendo posteriormente liberados, mediante pagamento de fiança.

Os aparelhos celulares do casal foram apreendidos e o procedimento encaminhado para a DERFVA para continuidade das investigações. Durante os trabalhos investigativos e por meio de análise dos aparelhos, foi possível identificar o envolvimento da investigada com uma facção criminosa em Cuiabá assim como a sua participação no homicídio em Barra do Bugres.

As investigações apontaram que os integrantes da organização criminosa em Cuiabá foram até Barra do Bugres com a missão de matar membros de uma suposta facção criminosa rival, que estava tentando tomar o controle da criminalidade no município.

Como era moradora de Barra do Bugres, a suspeita tinha a missão de informar onde residiam os alvos, assim como teve participação direta no homicídio da vítima, armando a emboscada que resultou na morte da vítima.

Outros crimes

Nas investigações, além do homicídio consumado, também foi identificada a participação do grupo em uma tentativa de homicídio em Barra do Bugres no dia 03 de junho. Na ocasião, os suspeitos a bordo de um veículo Hiunday Creta, roubado na cidade de Várzea Grande, efetuaram diversos disparos de arma de fogo contra a vítima, que conseguiu escapar sem ferimentos.

Durante as diligências para apurar os fatos, os policiais receberam informações que um veículo com as mesmas características havia capotado na estrada que liga Lambari D’Oeste a Barra do Bugres e que cinco homens na beira da estrada tentaram roubar uma caminhonete de um fazendeiro, que conseguiu acelerar e fugir dos criminosos.

Além dos crimes praticados em Barra do Bugres, foi constatado que a suspeita e o namorado vinham fomentando a prática de roubos de veículos em Cuiabá, cedendo armas de fogo para os criminosos praticarem os crimes.

Os relatórios de investigação realizados pela DERFVA foram encaminhados para a Delegacia de Barra do Bugres, que ficará responsável por representar pela prisão preventiva de todos os suspeitos identificados como participantes do crime de homicídio praticado pelo grupo criminoso no município.

Fonte: PJC

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas