28.3 C
Mato Grosso
quinta-feira, junho 20, 2024
spot_img
HomeAgronegócioMT lidera produção de grãos no Brasil com mais de 100 milhões...

MT lidera produção de grãos no Brasil com mais de 100 milhões de toneladas

O número é o dobro do segundo maior produtor do país, o Paraná, que produziu 46,8 milhões.

Mato Grosso liderou a produção de grãos no Brasil no ciclo 2022/23 com mais de 100 milhões de toneladas. Os dados são do 12º Levantamento da Safra de Grãos divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) na última semana.

Ao todo, o Estado produziu 100,9 milhões de toneladas durante o período do levantamento. O número é o dobro do segundo maior produtor do país, o Paraná, que produziu 46,8 milhões.

No Centro-Oeste a diferença é ainda maior. O segundo maior produtor da região foi Goiás, com 32,6 milhões. Em seguida, vem Mato Grosso do Sul, com 23,8 milhões.

O número de toneladas de grãos produzidos por MT corresponde a quase 1/3 de tudo que foi produzido no Brasil durante o período, segundo dados da Conab. O país produziu 322,8 milhões de toneladas de grãos e atingiu um novo recorde.

O volume produzido no país representa um crescimento de 18,4%, o que corresponde a 50,1 milhões de toneladas colhidas a mais sobre a temporada anterior.

Os bons números foram comemorados pelo governador Mauro Mendes (União) em seu Instagram. “Orgulho do nosso Mato Grosso e de todos os mato-grossenses que estão construindo esta bela história com muito trabalho, coragem e fé em Deus!!!”, escreveu.

Mercado

Os bons resultados da safra brasileira colocam o Brasil como o principal exportador de soja e milho na safra 2022/23. Para a oleaginosa é esperado que o volume exportado chegue a 96,95 milhões de toneladas do grão. Já para o cereal, a estimativa da Companhia aponta para embarques em torno de 50 milhões de toneladas, ultrapassando as exportações norte-americanas.

O bom cenário para as vendas ao mercado internacional é verificado também para farelo e óleo de soja, com exportações estimadas em 21,82 milhões de toneladas e 2,6 milhões de toneladas respectivamente.

Para o algodão, a produção recorde da pluma permite uma recomposição nos estoques finais na ordem de 59%, atingindo 2,1 mil toneladas.

As exportações podem atingir 1,7 milhão de toneladas nesta safra. De acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), em agosto de 2023 foram exportadas 104,3 mil toneladas de algodão, o segundo melhor desempenho para o mês na série histórica, superando em 66,1% o mesmo período do ano passado.

Por João Aguiar/ReporterMT-Foto: Secom-MT

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas