22.2 C
Mato Grosso
sábado, abril 20, 2024
spot_img
HomeNotíciasMais um criminoso responsável por ataque em Confresa é morto em confronto...

Mais um criminoso responsável por ataque em Confresa é morto em confronto com forças de segurança

Mais um criminoso, do bando suspeito pelo ataque em Confresa, foi morto em confronto com as forças de segurança, no final da tarde deste sábado (29.04), em uma região de mata do município de Marianópolis (TO). 

O homem, de identidade não revelada, foi baleado, chegou a ser socorrido e levado ao Hospital de Marianópolis, mas não resistiu. Com essa morte, já são nove os bandidos mortos em confrontos com policiais.

Com o criminoso foi apreendido um fuzil AK. O confronto foi com policiais militares da Rotam de Tocantins, que dão apoio à operação de captura dos bando que atacou Confresa, no início do mês.

Fazem parte da operação mais de 350 agentes das forças de segurança de Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Minas Gerais e Pará.

Na sexta-feira (28), os governadores Mauro Mendes (MT), Wanderlei Barbosa (TO) e Ronaldo Caiado (GO), estiveram no local de apoio para as buscas aos criminosos para agradecer ao empenho de todos os policiais.

Para Mauro Mendes, a integração das polícias dos cinco estados é uma prova de que “bandido nenhum vai se criar nessa região do país”.

“Eles estão em uma verdadeira caçada a esses criminosos que atacaram a cidade de Confresa. O que esses bandidos fizeram é um atentado contra a segurança pública e uma afronta ao cidadão. Vamos ficar aqui quantos dias forem necessários até capturarmos e prendermos todos os bandidos”, afirmou o governador de Mato Grosso.

Após o ataque em Confresa, no dia 9 de abril, os criminosos fugiram para Tocantins pelos Rios Araguaia e Javaés. De acordo com informações das forças de segurança, os suspeitos estão espalhados em uma grande faixa rural dos municípios de Marianópolis, Pium, Araguacema, Caseara e também na Ilha do Bananal, no Estado do Tocantins.

Até o momento, nove criminosos morreram em confronto com as polícias e quatro foram presos, sendo dois deles por darem apoio logístico ao bando. Também foram apreendidas nove armas, dentre elas dois fuzis .50 e cinco AK-47, carregadores, milhares de munições, coletes balísticos, capacetes balísticos, materiais explosivos e detonadores, além de coturnos, luvas, joelheiras, cotoveleiras, balaclavas e mochilas. 

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas