22.2 C
Mato Grosso
segunda-feira, março 4, 2024
spot_img
HomeDiário TVFantástico mostra vídeo de bandidos explodindo cofre da Brinks em Confresa

Fantástico mostra vídeo de bandidos explodindo cofre da Brinks em Confresa

O Fantástico trouxe no programa desse domingo (07) imagens inéditas do grupo fortemente armado invadindo Confresa (1.160 km de Cuiabá). O ataque aconteceu no dia 9 de abril e o grupo almejava levar cerca de R$ 30 milhões dos cofres da empresa Brinks da cidade.

A equipe de reportagem refez o caminho percorrido pelo bando, desde a chegada a Confresa. O bando primeiramente bloqueou as estradas, colocando fogo em um caminhão, em seguida, parte do grupo vai até o quartel da Polícia Militar e colocou fogo em um carro, na frente do portão.

Outra parte da quadrilha vai até o prédio da Brinks. As imagens divulgadas no Fantástico mostram os criminosos colocando diversos explosivos ao redor do pátio da empresa. Eles colocaram duas bombas na porta que dá acesso ao cofre e explodem.

A casa de uma mulher, vizinha do local, também acaba explodindo. Ela falou à reportagem do Fantástico que estava com seu filho pequeno dentro do imóvel no momento do atentado e mostrou sua casa destruída por conta das bombas. “Eu pedi para sair com o meu filho, porque estava tudo desmoronando. Eles falaram ‘vai, vai, e não olha pra trás'”, contou.

Apesar das explosões, eles não conseguiram acessar o cofre da empresa e eles tiveram que fugir sem levar nada.

Desde então, as buscas pelos bandidos começaram. Cerca de 350 policiais de MT, GO, PA, MG e TO compõem uma força-tarefa em busca pelo grupo. São 130 policiais só de Mato Grosso.

Até o momento, 15 bandidos foram mortos em confrontos com as Forças de Segurança na região da fronteira entre Mato Grosso e Tocantins. Nos últimos três dias, foram seis mortes. Além deles, dois bandidos foram presos por participação no ataque.

Com eles, foram apreendidos diversos fuzis, munições e outros armamentos de grosso calibre.

A estimativa das forças de segurança é de que três bandidos continuam escondidos na mata, na região do município de Marianópolis (TO).

A caçada continua.

Por JOÃO AGUIAR

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas