13.7 C
Mato Grosso
quarta-feira, maio 29, 2024
spot_img
HomePolíciaEx-padrasto é preso pela Polícia Civil após cometer abusos sexuais contra criança...

Ex-padrasto é preso pela Polícia Civil após cometer abusos sexuais contra criança de sete anos

Durante escuta especializada com uma psicóloga, a criança confirmou todos os abusos e que tem medo do suspeito

O autor do estupro de uma criança de sete anos, em Sorriso, foi preso neste domingo (21.05), na cidade, pela Polícia Civil do município com apoio da PRF.

O Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e Sexual, da Delegacia de Sorriso, instaurou um inquérito para apurar o estupro de vulnerável após receber a comunicação do crime pela mãe da vítima. Ela procurou a delegacia na semana passada e relatou que seu ex-companheiro, E.O.S., de 50 anos, havia abusado sexualmente da filha dela, de sete anos.

A criança contou que o ‘tio’ havia tocado nela quando a mãe não estava em casa. A vítima disse ainda que resolveu contar o que havia acontecido depois de assistir uma palestra na escola, onde psicólogos, por meio de demonstrações com bonecos, ensinaram pontos do corpo que as pessoas poderiam pegar ou não. A menor detalhou ainda que o suspeito só pegava nas partes assinaladas em vermelho, que não poderiam ser tocadas por estranhos, e os abusos já ocorriam há algum tempo, desde julho de 2022.

Conforme o relato, os atos criminosos eram cometidos no quarto da mãe da vítima e na sala da casa. Durante escuta especializada com uma psicóloga, a criança confirmou todos os abusos e que tem medo do suspeito.

Com base nas informações coletadas na investigação, a delegada Jéssica Assis representou pela prisão preventiva do suspeito, em razão da gravidade dos fatos. O mandado preventivo foi deferido pelo juízo plantonista da Comarca de Sorriso e cumprido no domingo. O autor do crime foi preso quando passava pela unidade operacional da PRF em Sorriso.

A delegada destaca que o investigado tem personalidade agressiva e já agrediu a mãe da criança em diversas ocasiões. A mulher tem medida protetiva de urgência contra o criminoso e em uma ocasião, foi agredida com um tapa no rosto pelo suspeito depois que ele chegou em casa e se irritou por encontrar o portão da residência trancado. Na mesma data, depois de negar comida à criança e ofender mãe e filha, a mulher questionou o comportamento do companheiro e foi novamente agredida.

Após o cumprimento do mandado, ele foi encaminhado à unidade prisional de Sorriso e deve passar por audiência de custódia nesta segunda-feira.

Fonte: Polícia Civil-MT

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas