25.6 C
Mato Grosso
quarta-feira, julho 24, 2024
spot_img
HomeEsportesDiniz analisa relação com os jogadores no começo de sua ‘era’ na...

Diniz analisa relação com os jogadores no começo de sua ‘era’ na seleção brasileira

treinador Fernando Diniz agora pode dizer que está iniciando o seu trabalho à frente da seleção brasileira masculina. Ele comandou os dois primeiros jogos do Brasil nas Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo 2026 nesta Data Fifa de setembro.

Com duas vitórias, Diniz consegue fechar esse primeiro ciclo com 100% de aproveitamento e causando uma ótima primeira impressão aos jogadores. Em todas as entrevistas concedidas, os atletas reforçaram o bom ambiente e o estilo de trabalho interessante do treinador.

Os próximos jogos acontecerão no mês de outubro, novamente pelas Eliminatórias. A equipe nacional vai enfrentar a Venezuela e o Uruguai. Será que vale a pena apostar na equipe comandada por Diniz? Na Betsat, você pode dar o seu palpite na próxima partida do Fluminense ou de qualquer jogo de sua preferência dentro ou fora do país.

Além disso, você também pode se divertir com jogos de cassino online. Afinal, a Betsat busca continuamente oferecer a melhor experiência em apostas e cassino, combinada com um suporte ao cliente líder no setor.

Avaliação de Fernando Diniz

Na entrevista coletiva realizada no Estádio Nacional, Diniz classificou como muito positiva a atuação dos atletas no início do seu trabalho. “Fico satisfeito com o que apresentamos na soma dos dois jogos. No jogo de hoje, era uma atmosfera diferente de Belém, no Pará. A equipe teve que fazer três gols para valer um”, disse o comandante.

“Teve aquela margem mínima (na marcação do impedimento do ataque brasileiro) que demorou oito minutos para não validar o gol. Não tivemos tanta fluência, estranhamos um pouco o gramado. Isso facilitou a marcação (dos peruanos), e tivemos mais erros na parte técnica do que o normal. Muito pelo campo, em alguns momentos tentando jogar de forma acelerada, mas acho que o saldo foi muito positivo”, contou o técnico.

Para Diniz, o grupo de jogadores deve entender rapidamente os seus conceitos de jogo e aprimorar o desempenho jogo a jogo. “Os jogadores vão entender, não precisa de muita gente para fazer superioridade, é uma questão de ocupar bem os espaços, circular bem a bola. A gente tentou acelerar demais, não teve paciência para ir desmanchando a marcação aos poucos. Isso dificultou o nosso jogo também”, concluiu o treinador da Seleção Brasileira e do Fluminense. 

Fonte: CBF

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas