Home Geral Capela é vandalizada por terraplanista com ataques a imagens de santos

Capela é vandalizada por terraplanista com ataques a imagens de santos

0
71

Nas paredes do pequeno templo, que fica na zona rural, o criminoso jogou as imagens dos santos ao chão, pichou as paredes questionando às santidades e alegou que a ‘terra é plana’.

A Capela de Nossa Senhora da Piedade, conhecida como ‘Igrejinha’, localizada na zona rural de Araras (SP), foi alvo de um ato de vandalismo durante o fim de semana. Nesta terça-feira (2), a Diocese de Limeira emitiu uma nota repudiando o ato de intolerância religiosa.

Nas paredes internas da capela, que pertence ao território da Paróquia São Benedito, o criminoso jogou as imagens dos santos ao chão, pichou as paredes questionando às santidades e alegou que a ‘terra é plana’ – teoria da conspiração já desmentida por especialistas.

Capela de Araras é vandalizada e Diocese repudia intolerância religiosa — Foto: Arquivo Pessoal

Capela de Araras é vandalizada e Diocese repudia intolerância religiosa — Foto: Arquivo Pessoal

“Estas estátuas não tiveram poder algum para me impedir de entrar aqui, de movê-las de lugar e de escrever nestas paredes. Teriam elas algum poder para ouvir orações ou livrar do mal àqueles que clamam a elas? Ha ha ha ha ha ha”, escreveu na parede do altar.

Capela de Araras é vandalizada e Diocese repudia intolerância religiosa — Foto: Arquivo Pessoal

Capela de Araras é vandalizada e Diocese repudia intolerância religiosa — Foto: Arquivo Pessoal

Em outra parede, o vândalo pichou “a terra é um círculo plano com uma cúpula acima (o nosso céu)” e “detalhe importante, a bíblia também diz que a terra é plana” seguido de citações de versículos bíblicos.

Na parede lateral do lado de fora, o criminoso escreveu “A terra é plana pesquise”.

O g1 questionou a diocese se foi registrado um boletim de ocorrência e aguarda retorno.

Capela de Araras é vandalizada e Diocese repudia intolerância religiosa — Foto: Arquivo Pessoal

Capela de Araras é vandalizada e Diocese repudia intolerância religiosa — Foto: Arquivo Pessoal

Outros crimes

Em 2006, a ‘Igrejinha’ também foi alvo de criminosos que invadiram o local e furtaram o sino da capela centenária. Pouco tempo depois, o objeto foi encontrado em um antiquário de Campinas e recuperado.

Porém, dez anos depois, em 2016, criminosos voltaram ao local e furtaram novamente o sino.

Nota da Diocese

“A Diocese de Limeira repudia veementemente a manifestação de intolerância religiosa cometida, no último fim de semana, contra a capela dedicada a Nossa Senhora da Piedade, localizada na zona rural de Araras e que pertence ao território da paróquia São Benedito.

A capela foi invadida e teve imagens retiradas de seus nichos e pichações nas paredes com dizeres que demonstram o desrespeito religioso.

Em tempos de um comportamento social agressivo, onde destaca-se a violência, o preconceito e a intolerância ao próximo, devemos ressaltar a Carta Magna de 1988, principalmente no tocante da prática da tolerância religiosa e da cultura de paz, respeitando a dignidade e a liberdade de consciência da religião.

Que a bandeira da paz, do respeito às manifestações religiosas e do amor ao próximo seja a bandeira a ser empunhada por todos nós.

Dom José Roberto Fortes Palau – Bispo Diocesano de Limeira, SP”

Fonte: G1