13.7 C
Mato Grosso
quarta-feira, maio 29, 2024
spot_img
HomeNotíciasAmigo de pai que matou a filha de 3 anos e se...

Amigo de pai que matou a filha de 3 anos e se matou disse à polícia que ouviu menina gritar de dor: ‘Papai, tá doendo’

Foto: Reprodução/Instagram

Homem enviou fotos do crime ao amigo, que foi até a casa na tentativa de socorrer a criança. Menina foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Um amigo do pai que matou a filha de 3 anos e se matou em seguida contou à polícia que ouviu a pequena Sophia Alves Toledo gritar de dor, em Rio Verde, no sudoeste goiano. Segundo o delegado Adelson Candeo, Cristiano Alves Silva teria enviado fotos do crime a um amigo e o homem foi até o local para tentar socorrer a menina. Lá, ele ouviu ela pedindo para que o pai parasse. Cristiano se matou logo após o crime contra a filha.

O crime aconteceu na madrugada de domingo (8), no bairro Jardim das Margaridas. A polícia explicou que a pequena Sophia foi morta após ter os pulsos cortados e os braços retalhado por uma faca de cozinha.

De acordo com o delegado, o pai da criança havia se separado da esposa há cerca de três meses e tinha guarda compartilhada. Ao machucar a menina, enviou uma mensagem a um amigo da família dizendo que a filha não ficaria com mãe. Quando o amigo foi à casa de Cristiano, encontrou a porta trancada e a criança gritando por socorro.

“Eles moravam relativamente perto. O amigo se desespera, tenta ligar, ele [Cristiano] não atende e ele vai até a casa do pai da criança. Quando ele chega lá e abre o portão, o pai corre e tranca a porta”, disse o delegado.

“Nesse momento, o amigo já está ouvindo a criança gritar de dor e pedir para o pai parar”, completou.

O amigo só conseguiu entrar na casa depois de arrombar a porta da casa. No entanto, a menina já estava desacordada.

“A criança foi socorrida, mas já chegou sem vida no hospital. Ele fez vários cortes nos braços da menina e fez com que ela sentisse dor”, acrescentou o delegado.

Ainda segundo a polícia, Cristiano não tinha antecedentes criminais.

Fonte: G1 Goiás

Noticias Relacionadas
- Advertisment -
Google search engine

Mais lidas